Categoria: Poética

Fraturas emocionais

Tem dias que me sinto um pesado ponteiro do relógio, como se me expulsassem deste plano terreno, sentindo ininterruptas rasgaduras internas de alguns traços de sensibilidade que há em mim. Por isso escrevo, para sangrar mais, para não sufocar e não levar a hemorragia interna como a causa […]

A despedida

A despedida sempre tem aquele gosto de quem vai, mas fica, fica algum sorriso, alguma lágrima, um “volte logo”, ou adeus. E tem muito mais, porque não pedimos para nos despedir, não quando queremos. Por isso que, na palavra despedida, tem esse prefixo ‘des’ em que expressa a […]

O breu da perfeição

Fim de festa. Assoprava as velas ainda acesas pela casa com força e pausadamente, mentalizando boa viagem a cada amigo recém-partido. Olhava para o chão vazio, sem os 24 pés dividindo pisos e broncas: “calça alguma coisa, menina”. O sorriso agora é acanhado, infeliz pela falta de ressonância, […]