Seriado

7 motivos para você assistir Please Like Me

Please like me é uma série australiana, escrita e estrelada pelo jovem Josh Thomas, que começou em 2013 e – infelizmente – foi cancelada em 2016. Mas, felizmente, os episódios continuam disponíveis na Netflix e, se você está à procura de um novo seriado para se envolver, essa é a minha sugestão.

PleaseLikeMe_header

Please like me. 4 temporadas, 16 anos, 2013.

 

1_Aborda temas importantes

Somos introduzidos a Please Like Me por um cartaz em tons pasteis que nos apresenta o seu protagonista, de compleição frágil e aparência “fofa”. As candy colors enganam. Centrada em um personagem que começa a se descobrir e se reconhecer como gay, a série aborda temas profundos – homofobia, aborto, transtornos mentais, morte, suicídio… e o faz com honestidade e profundidade.

tumblr_ncw6q5jmbp1soutaio1_500

2_É leve e divertida

Apesar dos assuntos pesados, a atmosfera do seriado não é sombria ou deprimente. Pelo contrário, o que predomina é o humor, e os temas são abordados com leveza e naturalidade.

3_É inteligente

O tom autodepreciativo, a neurose dos personagens e os diálogos nos fazem lembrar o estilo do diretor Woody Allen – além da projeção do próprio autor sobre o enredo. Como Allen, Josh Thomas combina com fina ironia, de forma inteligente e certeira, o ridículo dos personagens, emprestando comicidade ao drama prosaico e cotidiano.

gif-please-like-me-josh

  4_Não é estadunidense

Uma das vantagens de ler livros ou assistir séries e filmes é a possibilidade de entrar em contato com outras realidades, sob diversas perspectivas, inclusive geográficas. A série australiana ganhou o mundo vencendo a predominância estadunidense, e é bom ter uma mudança de cenários e culturas.

5_Josh Thomas

Além da nacionalidade, outro elemento nos põe em contato com realidades alternativas: Josh Thomas. O diretor é gay e muito jovem e nos insere numa perspectiva não-heteronormativa deliciosa de forma natural: as mulheres não são sexualizadas e não há estardalhaço nenhum nas relações homoafetivas.

tumblr_o2ob2rvOlo1umblaxo3_r1_540

6_Nos leva à reflexão

E nos dá pequenas pérolas de inteligência emocional que podemos levar para a vida. Como quando, por exemplo, Alan, o pai do protagonista, diz “Most people are just trying their best. Try to remember that” (“A maioria das pessoas está fazendo o melhor que pode. Tente se lembrar disso”), ou quando Arnold, namorado de Josh, diz ao Alan que está passando por uma crise, “You don’t have to be resilient. It’s okay to break” (“Você não precisa ser resiliente. Tudo bem desmoronar”).

7_Não romantiza e se parece com a vida real

A impressão que temos ao assistir Please Like Me é que os acontecimentos não são forjados para dar fôlego ao enredo. Às vezes, um relacionamento simplesmente começa, ou simplesmente acaba, um personagem simplesmente para de aparecer, ou simplesmente morre. Sexo gay é exibido de maneira realista. Tudo acontece assim, de um dia para o outro. Sem réquiem ou fogos de artifício, como na vida.

E você? Adicionaria outros motivos? Recomendaria outra série?

1 resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s