Literatura

A vida invisível de Eurídice Gusmão, de Martha Batalha

Você conhece a escritora Martha Batalha ou seu livro de estreia, “A vida invisível de Eurídice Gusmão”? Se a resposta for negativa, eu encorajo você a conhecê-los.

Martha nasceu no Rio de Janeiro no ano de 1973 e estudou jornalismo na PUC-Rio; posteriormente especializou-se em Literatura Brasileira. Seu romance de estreia foi rejeitado por diversas editoras brasileiras; porém em 2015, na Feira do Livro de Frankfurt, a sorte de Martha e de seu primeiro livro começou a mudar, alcançando um sucesso crescente. A editora alemã Sührkamp foi a primeira a comprar os direitos do livro; depois dela vieram as editoras Denoel (França), Feltrinelli (Itália), Porto (Portugal), Nieuw Amsterdam (Holanda) e a famosa Seix Barral (Espanha e América Latina). Por fim, a editora brasileira Companhia das Letras publicou o livro em abril de 2016.

Mas, do que se trata o romance “A vida invisível de Eurídice Gusmão”? O título já entrega um pouquinho do enredo; o livro conta a história das irmãs Eurídice e Guida Gusmão e suas batalhas diárias para sobreviver em um cenário de desvalorização da mulher no Rio de Janeiro dos anos 40. Martha retrata com detalhes precisos como as meninas e as mulheres da época eram ensinadas a reprimir seus desejos e seus sonhos para que se tornassem apenas esposas e donas de casa exemplares. Eurídice – descrita como uma mulher de inteligência acima da média desde criança – não é levada a sério pelo marido, que reprime seus projetos por meio de gritos e exigências de que a esposa cuide somente da casa e dos filhos.

Na #semanadamulher, conheça grandes livros escritos por mulheres! O livro de estreia de Martha Batalha, "A vida invisível de Eurídice Gusmão", conquistou leitores do mundo todo com a história das irmãs Gusmão e a discussão sobre a vida da mulher nos anos 1940. Enquanto Guida desaparece de casa, Eurídice se torna uma esposa exemplar. A trajetória das irmãs Gusmão em muito se assemelha com a de inúmeras mulheres nascidas no Rio de Janeiro no começo do século XX e criadas apenas para serem boas esposas. São as nossas mães, avós e bisavós, invisíveis em maior ou menor grau, que não puderam protagonizar a própria vida, mas que aqui se tornam as personagens principais. Publicado em mais de dez países, "A vida invisível de Eurídice Gusmão" ficou em primeiro lugar na lista de mais vendidos da França foi indicado ao Grand Prix de l'Héroïne Madame Figaro.

A post shared by Companhia das Letras (@companhiadasletras) on

Outros personagens que fazem parte das vidas de Eurídice e Guida também são apresentados ao longo da história, mostrando o contexto familiar em que estiveram inseridas e como influenciaram o caráter e a vida futura das irmãs. A narrativa é fluida e conta com episódios que fazem rir; por outro lado, flutua entre os pensamentos dos personagens, mostrando a angústia, o sofrimento e o preconceito presentes na vizinhança e na sociedade retratada no enredo. A narrativa perde um pouco a força na segunda parte do livro, mas não diminui a importância do assunto discutido na obra.

O livro é importante pois a escritora retrata o cotidiano de nossas mães, avós e bisavós que não tiveram a chance de alçar suas vozes para que fossem ouvidas, aceitando o papel de cuidarem da casa e dos filhos, enquanto os homens eram os únicos provedores do lar. O enredo é fundamental para aqueles que acompanham a luta do feminismo por igualdade e liberdade de escolha e a luta das mulheres do mundo todo para que não se tornem invisíveis, e sim protagonistas de suas vidas.

E você, já leu o livro? Conte nos comentários o que achou, queremos saber sua opinião!

Compre pela Amazon:

Referências: Editoras estrangeiras acolhem escritora brasileira rejeitada no país

Categorias:Literatura

Marcado como:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s