Poética

Sete Íris: sete olhares sobre o mundo

Capa Sete Íris

É preciso ter um novo olhar sobre o óbvio. E ser óbvio sobre os diferentes olhares que nos cercam. É preciso olhar de novo, pra frente, pra trás, pros lados, pros outros, pra si mesmo. É preciso dilatar o olhar com tudo que nos apaixona, move, inspira e amplia nossos sentidos. É preciso parar sem perder o equilíbrio, o bonde e o passo. Ter tempo para criar eternidade. Unidas, resolvemos tentar.

Como é possível tanto?

Respeitamos a tradição, por isso carregamos no nome e nos corpos toda a mitologia, religiosidade, mistérios, poesia e ancestralidade do número 7. Seja nas maravilhas do mundo, nos astros, nas constelações, nos dias, nas notas musicais, nos pecados capitais, no azar do espelho, no virar de chaves no peito, nas vidas felinas, no perdão ao ladrão, nos palmos de terra que nos comem a carne, na diversão do pintar, na canastra limpa, nos casamentos de viúvas, no fôlego que nos falta ou sobra, seja na s-a-u-d-a-d-e. Somos misturas e estamos impregnadas dessas histórias. Temos um respeito indelével por toda cultura construída às custas de povos, vivências,  sangue, suor e lágrimas. A base do que somos une nossos olhares, pensamentos e identidade. Não há forma de ser digno com o outro sem que tenhamos conhecimento e admiração sobre e pelos que nos trouxeram até aqui.

Acreditamos no presente, por isso temos a força da deusa Íris, a mensageira. O presente é a informação e a comunicação é arma que manejamos com habilidade. Comunicar é um dom feminino. Sim, estamos empoderadas nesses tempos modernos, não imbuídas do sentimento de vingança, disputa ou mera conquista de poder, queremos falar de igual pra igual e estamos. E vamos. Não precisam temer, ainda teremos todo o tempo, paciência e amor para ouvir o resto do mundo. Nossa voz é serena, mas encontra sonoridade e ecoa na alma de um gênero marcado por injustiças.  Lutamos diariamente para mitigá-las. Nossas singularidades nos tornam, em força, plural, e quando aprendemos a nos unir, conjugamos os verbos com muito mais propriedade. Somos aptas a falar e ser o quisermos, não temos restrições, nem receios. Não temos preconceito. De menstruação, parto e dor até futebol, negócios e sexualidade, o assunto é o que vêm à ponta da língua e vaza pelos olhos.  É o que a mente racionaliza e o coração consente.

Sonhamos com o futuro, por isso ambicionamos a miscelânea salutar de ciência e poesia, tecnologia e sentimentos, comunicação e diálogo, ideias e fatos, crescimento e sustentabilidade. Não importa de que lado e que maneira você nos olhe, em que lugar do tempo você nos ache, você vai encontrar alguém seguro do que é e capaz de sustentar com uma firme leveza –  peculiar oxímoro feminino – o encontro dessas íris. Por quanto tempo você consegue? Descubra. Não desvie seu olhar do nosso, temos muito o que conversar. Bem-vindos ao Sete Íris.

 

Categorias:Poética

2 respostas »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s